UM DURO GOLPE NAS PRETENÇÕES DE MUITOS BRASILEIROS

SUSPENSAS NOMEAÇÕES DE CONCURSADOS E NOVOS CONCURSOS PÚBLICOS.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou nesta quarta-feira que todos os concursos públicos e nomeações de novos funcionários federais estão suspensos. A medida faz parte do programa de corte de R$ 50 bilhões no orçamento para 2011.

Novas contratações até podem ocorrer, mas de forma extraordinária, após análise criteriosa, caso a caso, disse a ministra. "Novas contratações serão olhadas com lupa", afirmou. Até então, previa-se concursos para mais de 130 mil vagas neste ano.

Na contra-mão da suspensão dos concursos e momeações, a ministra afirma, porém, que não há decisão sobre redução do número de cargos de comissão no governo federal (os DAS), nem se eles terão correção salarial nos mesmos percentuais oferecidos à presidenta e aos ministros a partir do Orçamento de 2011.

Segundo Miriam, a folha de pagamento do governo é a principal fonte de gastos do custeio do governo e, por consequência, um dos principais alvos do corte. Foi feito um levantamento completo das despesas do governo com o funcionalismo federal e novas ações estão a caminho.

Participaram do anúncio o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a secretária do Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Célia Corrêa, e o secretário do Tesouro, Arno Augustin, além de Miriam Belchior.

Fonte: http://www.politicaexterna.com/18117/concursos-pblicos-e-nomeaes-esto-suspensos-no-pas

COMENTÁRIOS DO BLOG

Somos cientes que cortes no orçamento devam acontecer. Porém, porque tolher os sonhos de milhões de brasileiros de conseguir um cargo público e ter uma ascensão social, enquanto, se sabe que a forma legal de ingresso no serviço público se dá por concurso público e se tem uma imensidão de prestadores de servições?

De certo é que, a suspensão dos concursos públicos foi um duro golpe na população que acreditou em promessas, pelo que parece eleitoreiras e, foi traído.

Cortar gastos sim, mas não às custas dos menos favorecidos. É bem verdade que o golpe será sentido também pelas gráficas e cursinhos, o que também poderá acarretar redução da oferta de emprego neste setor.

Enquanto isso, os cartões coorporativos, continuam liberados. Êta Brasil.

1 comentários: