QUIXADÁ PERDE UM CIDADÃO NA EXTENSÃO DO TERMO: MIGUEL PEIXOTO.

AMIGOS QUIXADAENSES
O trabalho e outras preocupações acabam por nos distanciar dos amigos de Quixadá e, por conta disso, as notícias demoram a chegar até nós.
Nos últimos dias só temos recebido notícias fatídicas. Pessoas com as quais convivemos estão partindo para uma viagem sem volta. Na curva da estrada da vida se perderam o Dr. Antonio Magalhães, o Maestro Marquinhos e agora, de maneira trágica, Miguel Benedito Peixoto. 
Conhecemos Miguel Peixoto nas lides acadêmicas. Na luta pela eleição do diretor da FECLESC quando ainda nem pertencíamos à Instituição. Na direção do CALO  ele lutou pela revogação da cassação dos cursos decretada pelo antigo Conselho Federal de Educação. Lembro que estivemos juntos na Radio O POVO debatendo o tema. Durante algum tempo liderou o movimento estudantil da FECLESC e lutou decididamente pelo reconhecimento dos cursos. Acompanhamos a sua militância no Partido dos Trabalhadores quando o mesmo cabia dentro de uma Kombi. A política nos afastou, mas a cordialidade e o respeito mútuos sempre pontuaram nossa relação. Estivemos juntos no lançamento do seu livro PARNASO AGRESTE e guardamos até hoje entre os documentos mais caros um exemplar autografado por ele. Após nossa saída de Quixadá fomos presenteado por Miguel com cópias de CDS de seus eventos culturais que guardamos com o mesmo cuidado. 
Há algum tempo soubemos de sua presença no CDL como um líder. 
E, passados tantos anos, fomos surpreendidos no final de semana, com a ocorrência de seu desaparecimento de maneira cruel e bárbara.
Difícil para nós encarar essa realidade... 
A violência não poupa nem os grandes valores nesta sociedade decadente e desumanizada. 
Deixa o Miguel Peixoto grandes lacunas no seu Banco do Brasil, onde trabalhou tantos anos, no meio empresarial e, principalmente, no ambiente cultural da Terra dos Monólitos.
Difícil para nós conviver com essa perda lastimável... 
Difícil ou quase impossível também tentar confortar a sua família, de modo particular o Miguel Max por quem temos grande apreço e que, vez por outra, se comunicava conosco pelo orkut.
Essa tarefa sobrehumana é da competência do Criador a quem elevamos nossas preces.
Um cidadão na plenitude do termo, em vida, Miguel Peixoto foi um batalhador emérito das grandes causas!.
Obrigado por tudo o que você fez pela nossa FECLESC e pela cultura popular de Quixadá.
Descansa em paz batalhador!!!



1 comentários: