QUIXADÁ PEDE PAZ

MULTIDÃO VAI ÁS RUAS DO CENTRO DE QUIXADÁ EM MAIS UMA MANIFESTAÇÃO PELA PAZ
Uma grande passeata que mobilizou várias entidades de classes entre elas, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Associação Comercial e Industrial de Quixadá (ACIQ), a Associação dos Mercadinhos de Quixadá (AMEQ), Rotary, Maçonaria, além dos comerciantes, estudantes, funcionários públicos, vítimas, parentes e amigos de pessoas que passaram por aflições e constrangimento ou tiveram a vida de seus entes queridos ceifada de forma trágica nos últimos meses.

Durante a caminhada as pessoas pediam por mais segurança na cidade e justiça para os que foram vitimados.

Por diferentes motivos, assaltos e mortes estão acontecendo com freqüência e a população exige uma atitude das autoridades competentes.
Foi sentida a ausenia do prefeito municipal, tanto que durante a caminhada deu pra ouvir uma pessoa gritando: “onde está o prefeito, que deveria está aqui entre nós, será que ele acha que não pode acontecer com ele?”.


Adriano Vidal (O Velho Didi), enfatizou várias vezes para que não se deve reagir a assaltos nemtão pouco tentar fazer “justiças com as próprias mãos”, violência gera violência. Falou também que as pessoas perdem os bens materiais, mas conseguem comprá-los novamente, mas a vida, essa não tem preço.

O que sabemos é que existem projetos e idéias, porém até o momento só no papel. Enquanto isso a criminalidade cresce vertiginosamente, em proporções alarmantes. Esta é a diferença, do papel à prática. Enquanto as autoridades planejam, os criminososexecutam seus planos,

A população não pode esperar mais, os projetos devem ser concretizados, atitudes devem ser tomadas rápidamente, e que os recursos públicos serem destinados para solução destes problemas.

Colaboração: Edna Letícia Uchoa, Presidente da União Musical Alternativa do Sertão Central – UNIMASC

Fotos: centraldenotícias e blog da monolitos.

1 comentários: