PRIMEIRO DE MAIO: LUTAS E DESENCANTOS DOS TRABALHADORES












"PROLETÁRIOS DE TODO O MUNDO UNÍ-VOS"

Esta frase de impacto foi popularizada quando da publicação do Manifesto Comunista de 1848. Mas, afinal que manifesto é esse? Leiamos o que diz a Wikipedia. Se quiser ler o texto completo de informações sobre o manifesto, clique sobre o termo Wikipédia destacado na frase anterior. Se quiser ler o texto completo do manifesto clique sobre as palavras grifadas a seguir

O Manifesto Comunista, originalmente denominado Manifesto do Partido Comunista (em alemão: Manifest der Kommunistischen Partei), publicado pela primeira vez em 21 de Fevereiro de 1848, é históricamente um dos tratados políticos de maior influência mundial. Comissionado pela Liga Comunista e escrito pelos teóricos fundadores do socialismo científico Karl Marx e Friedrich Engels, expressa o programa e propósitos da Liga

Toda essa introdução, caro internauta, para tentar explicar o significado de algumas fotos dos desfiles no mundo inteiro disponíveis na mídia (TV, jornais e internet).

Há uma grande nostalgia. Nos países da ex-União Soviética as bandeiras vermelhas e o símbolo da foice e do martelo voltaram as ruas. Nos anos anteriores já era possível detectarmos esse retorno, mas não tinha tanto vigor assim.

Sinal dos tempos? Desencanto com as formas modernosas do capitalismo? O sonho parece não ter acabado. Mas, na velha Europa, os ativistas que portam os estandartes rubros não são tão jovens assim.

Em Cuba, segundo a edição portuguesa do jornal Granma Internacional (clique no link), mais de quinhentas mil pessoas participaram do desfile do tradicional desfile que termina na Praça da Revolução José Marti. A comemoração não contou com a presença do comandante Fidel Castro. Estiveram lado a lado, no palanque, os antigos comandantes da Revolução Cubana.(vide foto abaixo)
Segundo o Jornal Gramma, edição de hoje: "O ato central pelo Dia Internacional do Trabalho se realizou na Praça da Revolução, em Havana, com uma marcha de mais de meio milhão de pessoas desde as 8h, e da qual participaram mais de 1.300 convidados de 173 organizações sindicalistas e sociais de 61 países.
O presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros de Cuba, Raúl Castro, chefiou o desfile central, no qual o secretário-geral da CTC, Salvador Valdés Mesa, fez uma breve alocução onde ressaltou a necessidade de lutar contra as indisciplinas no trabalho e de fazer um maior esforço para elevar a produtividade".
Nas fotos o logotipo das comemorações deste ano e também o palanque onde se encontram os velhos companheiros revolucionários.

A revolução cubana triunfou em 01/01/1959 com a derrota definitiva das forças de Fulgêncio Batista e sua fuga para o exterior carregando milhares de pesos do povo cubano. No entanto a data mais comemorada em Cuba é o dia primeiro de maio.
Saiba mais clicando nos links assinalados com letras diferenciadas e sublinhadas.
Texto produzido por Gilberto Telmo a partir de informações da Wikipédia e do jornal cubano Granma.
O TORTO, compromisso com a história.

2 comentários: